A Vereadora que teve a pré-candidatura a Deputada Estadual anunciada pela Comissão Provisória do PSD de Foz do Iguaçu em maio deste ano, optou por continuar na Câmara Municipal.
Apesar do objetivo do PSD de Foz do iguaçu ser o de construir novas lideranças políticas, incentivando os filiados a participarem das eleições, e independentemente dos números apontados na pesquisa interna do Partido, a vereadora Inês Weizemann decidiu, junto com as lideranças do PSD local, que diante da atual situação em que Foz se encontra, de certa forma dividida com o exagerado número de pré-candidatos, pode fazer mais pela cidade permanecendo na Câmara. “Mesmo sabendo que poderia lutar por Foz e pela Região na Assembléia Legislativa, optei por ser fiel aos votos que recebi dos meus eleitores e decidi continuar na Câmara Municipal para exercer com dignidade o mandato para o qual fui eleita”, afirmou Inês.
No fim de maio, a comissão provisória do PSD-Foz definiu os nomes dos pré-candidatos aos cargos de deputado estadual e federal aqui da região. Os nomes foram avaliados pela Executiva Estadual que já lançou a candidatura de Ratinho Júnior para o cargo de Governador do Estado.
A Vereadora afirmou também que vai apoiar os pré-candidatos apontados pela comissão provisória do Partido nas eleições de outubro. Entre eles, o candidato a Deputado Estadual, Sérgio Paulo de Oliveira (Prof. Sérgio), e os candidatos a Deputado Federal, Marcio Rosa da Silva e Evandro Roman.
Para Inês, o importante é que todos estejam unidos e trabalhem em busca do bem comum para os moradores de Foz. “Fui eleita vereadora, acabei sendo eleita presidente da Câmara e no mesmo dia, assumi interinamente a Prefeitura da cidade. Agora quero me dedicar de coração ao cargo para o qual fui eleita originalmente”, finalizou Inês Weizemann.